Foi no hospital Sharp Mary Birch, em San Diego, Califórnia, que se fez o parto da criança mais pequena do mundo desde que há registos. O caso aconteceu há mais de cinco meses, mas o hospital só agora revelou a história da pequena “Saybie”, nome dado pelas enfermeiras, que nasceu com 245 gramas, estabelecendo um recorde para a criança mais leve do mundo à nascença, segundo dados da Universidade do Iowa. 

Quando a bebé nasceu, com apenas 23 semanas e três dias de gestação, poucos foram os que acreditaram na hipótese de sobrevivência. O caso era de tal maneira grave que os médicos terão dito ao pai da menina que tinha cerca de uma hora para a ver antes de ela morrer. Mas um vídeo agora publicado pela unidade hospitalar dá conta de como a bebé se agarrou à vida. Como a mãe de “Saybie” diz no vídeo, “a hora passou a duas, que passaram a um dia, que passou a uma semana”.

Uma maçã ou um pacote de sumo pesam tanto como “Saybie” quando nasceu. Cinco meses volvidos, a bebé mais pequena de sempre teve alta hospitalar, deixando o Sharp Mary Birch com cerca de dois quilos.

A família optou por manter o anonimato, mas a mãe conta a história ao longo do vídeo partilhado, descrevendo o dia do parto como "o mais assustador". Depois de se ter sentido mal, dirigiu-se ao hospital e foi diagnosticada com pré-eclâmpsia, que faz disparar a tensão arterial da grávida e pode levar à necessidade de avançar com um parto prematuro, como foi o caso. 

Mal a conseguimos ver na cama de tão pequena que é”, diz uma das enfermeiras no vídeo

A história de “Saybie”, que uma das enfermeiras que a acompanhou descreve como autêntico "milagre", é uma exceção: os especialistas referem que só a partir das 24 semanas de gestação, por norma, o bebé nasce com condições mínimas de sobrevivência, necessitando sempre de cuidados intensivos. Os bebés que nascem com menos de 28 semanas de gestação são considerados muito grande prematuros, segundo a classificação da Organização Mundial de Saúde (OMS), que considera um bebé de termo às 37 semanas mas aponta as 39 semanas de gestação como o ideal para o nascimento da criança. 

/ AG