Pelo menos 13 pessoas foram presas este sábado durante um protesto de larga escala contra as medidas restritivas para combater a covid-19 em Londres, Reino Unido.

De acordo com a Polícia Metropolitana, a maior parte das detenções ocorreram por desrespeito às normas de proteção contra o novo coronavírus.

 

 

Milhares de manifestantes reuniram-se este sábado no centro de Londres após pelo menos 60 deputados terem pedido ao Governo para aligeirar as medidas restritivas.

 

 

O protesto, segundo os meios de comunicação britânicos, começaram em Hyde Park e prolongaram-se até Oxford Street. Em vídeos partilhados nas redes sociais, é possível ver pessoas com cartazes a sublinhar que não têm medo do vírus e que o verdadeiro inimigo está no parlamento.

 

 

Os protestos marcam o fim de uma semana de intenso debate sobre o direito de manifestação em pandemia, ao mesmo tempo que uma lei polémica que dá poderes extra às forças policiais passou no parlamento.

A Polícia Metropolitana foi ainda largamente criticada pela forma como intervieram no memorial em honra de Sarah Everard, uma mulher morta alegadamente às mãos de um polícia.