Uma idosa de 94 anos foi resgatada, por uma equipa de voluntários, depois de ter estado cinco dias sem comer, por causa do isolamento motivado pela Covid-19. De acordo com o jornal The Guardian, que conta a história, a idosa vivia sozinha e não saiu para comprar comida, por ter “muito medo” de ser contagiada.

A situação da idosa, residente em Govan, Glasgow, na Escócia, chamou a atenção de uma equipa do Exército de Salvação Nacional, que andavam a fazer verificação porta a porta, como parte de um esquema de entreajuda montado para fazer face à pandemia.

A mulher morava no último andar de um prédio de apartamentos.

Ela não tinha ninguém que lhe fosse comprar nada e ela tinha medo de sair. No início era muito assustador para muitos idosos, que não queriam sair por medo de serem contagiados”, disse Tracy Bearcroft, do Exército de Salvação.

O caso da idosa, diz a instituição, é revelador do panorama de fome que se vive no Reino Unido. Muitas famílias ficaram sem emprego por causa da pandemia ou viram os salários reduzidos. De acordo com o Exército de Salvação, houve um aumento médio de 63% nas famílias apoiadas do ponto de vista alimentar, em todo o país.

A instituição alerta ainda para “um ponto crítico de pobreza” a que a pandemia conduziu o Reino Unido.

 
Manuela Micael