Uma estátua de homenagem à princesa Diana foi inaugurada, esta quinta-feira, para assinalar o 60º aniversário da "Princesa do Povo". A estátua foi colocada nos jardins do Palácio Kensington, no centro de Londres, onde viveu a princesa.

Estamos muito felizes que a estátua tenha sido colocada num dos locais favoritos da princesa Diana”, expressou o Palácio de Kensington nas redes sociais.

O primeiro a chegar ao evento foi Charles Spencer, irmão de Diana, seguindo-se dos príncipes William e Harry. A estátua, que mostra a princesa acompanhada por três crianças, foi encomendada, em 2017, ao escultor Ian Rank-Broadley, com o objetivo de levar os visitantes a refletirem sobre o legado da Lady Di.

Hoje, naquele que seria 60º aniversário da nossa mãe, lembramos o seu amor, força e caráter. Todos os dias desejamos que ela ainda estivesse connosco e a nossa esperança é que esta estátua seja vista para sempre como um símbolo da sua vida e legado", escreveram William e Harry num comunicado, partilhado no Facebook da família real.

A cerimónia foi privada e discreta, limitada a 30 pessoas devido às restrições da pandemia covid-19, e implicou que o príncipe Harry tivesse de cumprir quarentena após a viagem dos Estados Unidos, onde vive com a família. Esta é a primeira vez que William e Harry estão juntos desde do funeral do avô, o duque de Edimburgo, em abril.

Nas imediações do palácio, multiplicaram-se os tributos dos fãs, que deixaram as mais diversas homenagens à princesa. A “Princesa do Povo” já tinha tido outras homenagens, nomeadamente o Diana Memorial Fountain, uma fonte de água no Hyde Park reaberta hoje após algum tempo encerrada, e o parque infantil Diana Memorial Playground, em Kensington Gardens.

A princesa Diana morreu num acidente de carro, em 1997, quando estava a fugir da perseguição dos fotógrafos. Nessa altura, o príncipe William e o príncipe Harry tinham, respetivamente, 15 e 12 anos.

Redação / IC