O príncipe William, duque de Cambridge, condenou os insultos racistas que os jogadores ingleses sofreram, em particular Marcus Rashford, Jadon Sancho e Bukayo Saka, após terem falhado os penáltis na final do Euro 2020.

Sinto-me enojado com os insultos racistas depois do jogo de domingo. É totalmente inaceitável que os jogadores tenham que suportar este comportamento detestável. Isto tem de acabar, agora, e todos os envolvidos devem prestar contas”, escreveu William, na rede social Twitter.


Na conta de Twitter da família real britânica foi também partilhada a mensagem do príncipe de Gales: “Reconhecendo a diversidade de culturas que tornam este país tão especial - e em muitos aspetos único - está no cerne do que podemos ser como uma nação”.

Apesar da derrota de Inglaterra na final do Euro 2020, a felicidade do príncipe William e do seu filho George, de 7 anos, não passou despercebida quando Luke Shaw marcou um golo aos 2 minutos de jogo.

 No fim do jogo, após a derrota da Inglaterra, William teve que confortar o filho, que estava visivelmente triste.

Redação / IC