A rainha Isabel II foi mais uma vez aconselhada a descansar durante pelo menos as próximas duas semanas, avançou esta sexta-feira o Palácio de Buckingham.

Os médicos recomendaram a Sua Majestade a continuar apenas com tarefas leves de escritório, incluindo algumas reuniões virtuais, mas não realizar nenhumas visitas oficiais", pode ler-se no comunicado, citado pela CNN.

Este aviso médico acontece cerca de uma semana depois de a monarca ter dado entrada no hospital para realizar alguns exames. Foi a primeira vez em oito anos que a rainha de Inglaterra foi hospitalizada. A última vez tinha sido em março de 2013, quando, aos 86 anos, passou uma noite no hospital privado Rei Edward VII, em Londres, para tratar uma gastroenterite.

Antes da hospitalização, Isabel II cancelou uma viagem à Irlanda do Norte, que estava programada para esta quarta-feira, depois de ter sido aconselhada por uma equipa de médicos a "descansar uns dias". 

A rainha aceitou relutantemente os conselhos médicos para descansar nos próximos dias", dizia o comunicado divulgado.

Na semana anterior, a saúde de Isabel II tinha dado que falar, quando a rainha foi vista pela primeira vez a usar uma bengala como apoio, durante um serviço religioso na Abadia de Westminster. Até então, a monarca só tinha usado bengala após uma operação ao joelho ou para fazer caminhadas.

Rafaela Laja