A União Europeia vai suspender a proibição de salsichas do Reino Unido para facilitar os acordos com a Irlanda do Norte.

O comissário do Brexit da UE, Maroš Šefčovič, vai apresentar quatro documentos na próxima quarta-feira relativamente ao protocolo da Irlanda do Norte, para que este possa ser melhorado.

O pacote substancial cobrirá uma série de problemas, incluindo a disponibilização de medicamentos aprovados no resto do país, assim como a inspeção a carnes, laticínios e produtos vegetais e a facilitação alfandegária.

Recorde-se que em junho deste ano, a exportação de salsichas e outras carnes processadas da Grã-Bretanha para a Irlanda do Norte estiveram em risco de serem banidas. Nesse momento, os britânicos disseram que o caso era "absurdo" e pediram explicações à União Europeia, que estava a apertar o cerco.

A medida estava incluída num conjunto de regras de segurança alimentar da União Europeia, a que aquele país obedece, que não permitem a entrada no mercado europeu de carnes processadas com origem em Estados não-membros, como o Reino Unido.

O problema, que se estende a outros produtos alimentares, está numa parte do acordo pós-Brexit relativamente ao protocolo com a Irlanda do Norte, que continua a seguir o grupo comunitário por partilhar uma fronteira terrestre com um país da União Europeia.

Redação / BMA