Usar máscara durante as relações sexuais e evitar os beijos ou mesmo a aproximação dos rostos. A recomendação, como medida de combate à covid-19, é das autoridades de saúde do Canadá e é dirigida sobretudo a casais que não partilhem casa ou no caso de um dos parceiros ser doente de risco.

Foi a própria diretora-geral da Saúde do Canadá, Theresa Tam, que deixou esta recomendação na quarta-feira. A responsável sublinhou que a “saúde sexual é uma parte importante da saúde no geral”, mas que “o sexo, em tempos de pandemia, pode ser complicado”.

Theresa Tam lembrou que as evidências científicas mostram que a probabilidade de transmissão do vírus através do sémen ou dos fluxos vaginais é muito reduzida. No entanto, deixou o alerta de que, mesmo assim, as relações sexuais com novos parceiros aumentam o risco de contágio e, por isso, é necessário ter alguns cuidados extra para além da utilização do preservativo.

Usar máscara, evitar a aproximação dos rostos e não dar beijos são algumas novas precauções a ter em conta, referiu.

Mais, Theresa Tam aconselhou os casais a “limitarem o consumo de álcool ou de outras substâncias” para que possam tomar “decisões seguras”.

Ao tomarem estas precauções e ao estarem conscientes dos riscos que assumem, os canadianos podem aproveitar a sua intimidade de forma mais segura”, concluiu a responsável.

Até ao momento, o Canadá contabilizou 129.425 casos de covid-19, que provocaram 9.132 mortes.

Nos últimos sete dias, o país tem registado uma média de mais de 490 novos casos de infeção por dia. 

 
Sofia Santana