Um mafioso italiano, que estava em fuga das autoridades desde 2014, foi apanhado na República Dominicana, depois de ter sido reconhecido em vídeos no YouTube.

Marc Feren Claude Biart, de 53 anos, escondia a cara nos vídeos, mas a polícia conseguiu identificá-lo pelas tatuagens.

O mafioso tinha um canal de YouTube onde ia colocando vídeos a cozinhar.

Foi detido na passada quarta-feira e entretanto extraditado para Itália.

Marc pertencia à máfia calabresa, tal como Francesco Pelle, de 44 anos, que foi detido em Lisboa, após dar entrada no hospital, com covid-19.

Era procurado há sete anos, quando a justiça italiana emitiu um mandado de captura por tráfico de cocaína na Holanda.

Segundo o comunicado da polícia citado pela imprensa internacional, levava agora uma vida pacata na localidade de Boca Chica.

Catarina Pereira