Duas jovens sobreviveram à queda de um baloiço instalado a cerca de dois mil metros de altura em Sulak Canyon, na Rússia.

O acidente foi provocado pelo rompimento de um dos cabos do baloiço e fez com que as duas vítimas caíssem em cima de uma plataforma, a centímetros de um precipício.

As jovens sofreram ferimentos ligeiros, nomeadamente arranhões e hematomas, segundo a imprensa local, que diz ainda que a atração não cumpria com os padrões de segurança.

Vídeos divulgados nas redes sociais mostraram que um homem empurrava a estrutura várias vezes até que um dos cabos se rompeu. Nas imagens, é ouvir as vítimas a pedir por socorro, enquanto testemunhas correm para socorrê-las.

 

 

 

Este baloiço é um ponto turístico popular, mas, devido ao incidente, as autoridades estão a exigir a remoção deste tipo de atrações localizadas perto de falésias e penhascos.

Redação / HCL