Cientistas ficaram chocados ao encontrarem um "verdadeiro monstro marinho" - um peixe gigante que se acredita ter mais de 100 anos.

A equipa de Conservação de Peixes e Vida Selvagem de Alpena capturou o peixe - uma fémea de esturjão-de-lago com um peso de 109 quilos - no Rio Detroit, em abril.

Os especialistas acreditam que o peixe é um dos maiores esturjão-de-lago já encontrados nos Estados Unidos e, com base na circunferência e no tamanho da criatura, afirmam que é uma fémea e tem mais de 100 anos de idade.

O animal “provavelmente nasceu no rio Detroit, por volta de 1920, quando Detroit se tornou a quarta maior cidade da América", disse a equipa de Conservação de Peixes e Vida Selvagem de Alpena no Facebook.

O esturjão-de-lago é um peixe de água doce que vive na América do Norte, desde a Baía de Hudson até as drenagens do rio Mississippi. As criaturas, de movimentos lentos, preferem os habitats de areia ou cascalho no fundo de lagos ou leitos de rios.

O esturjão macho tem uma esperança média de vida de 50 a 60 anos, mas uma fémea pode viver até 150 anos, de acordo com o Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA.

As criaturas de água doce são listadas como ameaçadas em 19 dos 20 estados norte-americanos onde são encontradas. O peixe foi devolvido ao rio após a análise pelos especialistas.

Redação / HCL