Pelo menos 42 pessoas foram encontradas mortas, dentro de quatro prisões, na cidade brasileira de Manaus. Um número  que se soma aos 15 detidos mortos, durante fortes conflitos este domingo, noutra cadeia da mesma cidade.

O governo do Amazonas referiu que as mortes resultaram de rixas e motins, no interior das cadeias, no decorrer deste domingo.

Fontes oficiais disseram que os corpos apresentavam sinais de asfixia, ainda que não tenha sido confirmado se foi essa a causa das mortes. Foram entretanto abertos vários inqueritos, para apurar o que aconteceu nas quatro instituições prisionais, onde foram registados os óbitos.

As autoridades acreditam ter controlado os ânimos, dentro das cadeias, uma vez que já conseguiram recolher todos os detidos nas respetivas celas.