Uma equipa de resgate que estava a trabalhar no caso de Gabby Petito encontrou os restos mortais que se acredita serem de Robert Lowery, um homem que desapareceu em agosto no Wyoming, perto do mesmo local onde a jovem de 22 anos foi encontrada.

O homem, pai de dois filhos, viajou para aquele estado norte-americano a 19 de agosto, mas acabou por nunca regressar a casa. Agora, os restos mortais encontrados na floresta coincidem com Robert Lowery, que tinha 46 anos.

Visto pela última vez a 20 de agosto, o homem estava com um saco de cama, de acordo com as autoridades de Teton County. Acredita-se que estaria ali para percorrer um trilho no Parque Nacional Grand Teton, um local frequente para montanhistas durante o verão.

Foi precisamente naquela floresta que foi encontrado o corpo de Gabby Petito, a 19 de setembro. A história da jovem acabou por ganhar proporções internacionais, o que levou várias pessoas a saírem de forma espontânea para procurar a rapariga.

No caso de Robert Lowery, uma investigação começou por ser feita, chegando-se ao corpo esta terça-feira.

A irmã do homem já reagiu no Facebook, informando que está a decorrer uma campanha de angariamento de fundos que vai reverter a favor dos dois filhos de Robert Lowery, Meredith e Luke, de 12 e 15 anos.

A grande cobertura noticiosa do caso Gabby Petito ajudou a trazer foco para o caso de Robert Lowery, o que levou a que pelo menos duas pessoas anónimas tenham chamado as autoridades para informação relacionada com o caso.

Depois disso, restos mortais que correspondiam à descrição do homem foram encontrados no local, numa ação de busca em que participaram montanhistas que estavam no local.

Por volta das 13:00, uma equipa cinotécnica localizou um corpo numa zona com árvores", refere o comunicado.

A causa da morte ainda está a ser investigada.

António Guimarães