Um condutor de uma carruagem de metro embateu esta segunda-feira no final de uma estação holandesa e acabou suspenso por uma escultura de uma baleia.

De acordo com a Associated Press, o metro só não caiu na água por causa da cauda da baleia, construída em plástico, que o segurou a alguns metros da superfície.

O incidente fascinou todos aqueles que passaram pela estação de Roterdão, levado-os a criar aglomerados em frente à paisagem bizarra. A polícia interviu momentos depois do acidente para dispersar a população por causa das medidas de combate ao novo coronavírus na Holanda.

Equipas locais de engenheiros estiveram no local a tentar estabilizar e erguer a carruagem, trabalho dificultado pelas rajadas potentes de vento. Segundo a autarquia, um guindaste irá levantar o comboio da estátua na terça-feira de manhã.

Em entrevista ao canal RTL, o arquitecto que projetou a escultura revelou-se satisfeito por a sua baleia ter sido provavelmente responsável por salvar a vida ao condutor. "Estou surpreendido com a resiliência. A estrutura de plástico está ali há vinte anos, não se esperava que aguentasse com uma carruagem de metro", disse.