O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou este domingo que a Marinha russa será equipada com novas armas hipersónicas e com veículos submarinos não tripulados, congratulando as tropas navais por “defenderem a soberania e os interesses do país”.

Durante o desfile naval em São Petersburgo, por ocasião do Dia da Marinha Russa, Vladimir Putin anunciou que a Rússia irá aumentar as capacidades da sua frota através da implementação de "tecnologias digitais avançadas, complexos hipersónicos sem comparação no mundo e submarinos não tripulados”.

Isto depois de aquela estrutura ter já recebido 40 novos navios e embarcações de diferentes classes este ano.

Agradecendo às tropas navais pelo seu “bom serviço” ao país, Vladimir Putin sublinhou que a Marinha do país vindo “a defender a soberania e os interesses do país há mais de três séculos”.

O desfile naval em São Petersburgo incluiu 46 navios, 42 aviões e mais de 4.000 militares.

Estas declarações surgem após Vladimir Putin ter anunciado um ambicioso programa russo de construção de novos navios de guerra.

O Dia da Marinha é comemorado na Rússia no último domingo de julho em várias cidades russas, envolvendo perto de 15.000 militares e cerca de 250 navios.

/ SS