Um novo protesto no Chile terminou com um grande incêndio no centro da capital, Santiago. Foi num centro comercial, saqueado por manifestantes.

Os bombeiros combateram as chamas que, de acordo com a imprensa local, consumiram uma loja de roupa e um restaurante de fast food. Um hotel adjacente também foi evacuado.

Violentos confrontos entre manifestantes e forças de segurança continuam a abalar a capital chilena.

Os manifestantes atiraram pedras a veículos das forças de segurança, que responderam com canhões de água.

Os protestos contra a desigualdade já causaram 18 mortos. Milhares de pessoas foram detidas.