Uma criança de três anos corre risco de vida depois de ter tomado uma pastilha de ecstasy. Tudo aconteceu num parque infantil, na presença da mãe e de duas irmãs, que não terão dado por nada. A menina, de nacionalidade russa, está de férias com a família em Ibiza. Foi transportada para o hospital de Can Misses na manhã de quinta-feira, mas a gravidade do estado em que se encontrava obrigou a que fosse transferida para o hospital de Son Espases, em Palma de Maiorca.

A guarda civil espanhola está a investigar o caso e já interrogou os pais da criança. As autoridades suspeitam de que a menina tenha consumido uma pastilha que se encontrava caída na areia do parque infantil onde brincava. A mãe confirmou ter visto a filha levar algo cor de laranja à boca, pouco antes de se sentir mal. A polícia de Ibiza já confirmou que foi detetado MDMA (vulgarmente conhecido por ecstasy) no organismo da criança.

Testes confirmaram que era uma pastilha de ecstasy e os investigadores estão a trabalhar na teoria de que alguém possa ter deixado cair a pastilha no parque e que a menina a confundiu com um doce”, disse a guarda civil espanhola aos meios de comunicação locais.

O MDMA é conhecido por ser uma droga psicotrópica que faz aumentar a pressão arterial e a temperatura corporal. Quando a criança chegou ao hospital apresentava batimento cardíaco acelerado.

Segundo a Área de Saúde de Ibiza e Formentera, o estado da criança está a evoluir favoravelmente.