KT Robbins e Jeannine Pierson apaixonaram-se perdidamente em 1944, mas a guerra separou-os. Durante anos, não souberam nada um do outro, tiveram outros relacionamentos, casaram e constituíram família. Mas se há histórias de amor que nunca se esquecem esta é uma delas: 75 anos depois, o casal voltou a reunir-se e o momento, registado por um canal de televisão francês, foi emocionante.

O amor aconteceu em plena Segunda Guerra Mundial. Robbins tinha 24 anos e era um soldado americano destacado na vila de Briey. Foi ali que conheceu Jeannine, uma rapariga local, de apenas 18 anos. Os dois apaixonaram-se e viveram uma bonita história de amor durante alguns meses. 

Porém, numa certa manhã, Robbins e outros militares foram chamados à pressa para outra frente de guerra. O norte-americano disse que voltava, mas nunca o fez. Quando a guerra acabou, Robbins foi para os Estados Unidos e acabou por casar com outra pessoa. Jeannine também seguiu a sua vida e casou com outro homem.

Agora, 75 anos depois, ambos viúvos e com mais de 90 anos, voltaram a reencontrar-se. O momento emocionante foi promovido e registado pelo canal France 2.

Eu sempre te amei. Nunca saíste do meu coração”, afirmou Robbins, durante o reencontro.

 

Ele disse que me amava. Eu consegui perceber isso", disse Jeannine em francês, com um sorriso.

O encontro foi possível porque o norte-americano guardou sempre consigo uma fotografia de Jeannine e, quando uma equipa de jornalistas do canal France 2 o entrevistou para uma reportagem sobre veteranos de guerra nos Estados Unidos, mostrou a imagem da amada e revelou o seu desejo em poder reencontrá-la.

Para surpresa do norte-americano, os jornalistas conseguiram mesmo localizar a mulher, que vive num lar desde a morte do marido, e promoveram o encontro.