As autoridades venezuelanas localizaram um cadáver carbonizado dentro de uma viatura, numa estrada entre Caracas e Charallave, que, segundo fontes policiais é o corpo de um ex-governador do Estado de Cojedes.

A vítima, o tenente coronel Jhonny de Jesus Yanes Rangel, estava reformado da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) e fazia parte do Partido Socialista Unido da Venezuela (o partido do Governo).

Rangel estava desaparecido desde a última segunda-feira. Tinha sido sequestrado por desconhecidos nas proximidades da Clínica Metropolitana de Caracas, tendo sido encontrado, esta quarta-feira, o seu corpo na parte detrás da sua viatura, marca Toyota, modelo Corolla, matrícula AG327KM, incendiada por criminosos.

Entre 2000 e 2008 foi governador do Estado venezuelano de Cojedes (centro do país).

Foi afastado do cargo por um tribunal que ordenou a sua detenção e o acusou de fraude e associação para cometer delito.