Todos os jogadores da Liga italiana entrarão em campo no próximo fim de semana com uma marca vermelha pintada na cara como forma de protesto contra a violência de género.

A iniciativa intitulada de «Um cartão vermelho à violência» nasceu da parceria da Série A com a associação WeWorld OnLus  pelo segundo ano consecutivo. A data escolhida tem a ver com o dia Internacional da Violência contra as Mulheres se assinalar a 25 de novembro.

«A Série A apoia a WeWorld OnLus, organização que defende, há 20 anos, os direitos das mulheres e das crianças em risco, para combater todo o tipo de injustiça sobre o universo feminino», refere a entidade num comunicado.

Segundo revela ainda a Série A, em Itália uma em cada três mulheres é vítima de violência pelo menos uma vez na vida por parte do companheiro, ex-companheiro ou familiar.