ainda não há cura para o estigma