O ex-primeiro-ministro italiano e líder do Força Itália, Sílvio Berlusconi, deixou hoje o hospital de Milão onde foi submetido a uma operação devido a uma obstrução intestinal, anunciando que continua a sua campanha para as eleições europeias.

Estou bem, estava com muito receio", afirmou Berlusconi, de 82 anos, aos jornalistas à saída do hospital San Raffaele, em Milão, onde foi internado e operado em 30 de abril.

"Muitas coisas aconteceram recentemente que me fizeram pensar que eu tinha alcançado a reta final, mas na verdade fiquei incrivelmente bem", acrescentou Berlusconi, anunciando que continuaria a liderar a campanha do seu partido Força Itália.

Sílvio Berlusconi, que disputa as eleições europeias, foi submetido a vários exames há alguns meses, segundo o jornal Corriere della Sera.

Em 2016, foi submetido a uma cirurgia cardíaca após ter sido diagnosticado com "insuficiência aórtica grave", tendo então a válvula aórtica sido substituída por uma biológica.