O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, convidou o homólogo norte-americano, Donald Trump, a visitar a Turquia em 2019. O anúncio foi feito pela Casa Branca, poucos dias depois de anunciar a retirada das Tropas dos EUA da Síria.

Há doi dias, Donald Trump escreveu no Twitter que falou com Erdogan por telefone sobre essa retirada, para que seja “lenta e altamente coordenada”. A conversa foi descrita pelo presidente norte-americano como "longa e produtiva".

Agora surge o anúncio do convite para a visita à Turquia, pelo porta-voz do executivo norte-americano, Hogan Gidley.

O Presidente Erdogan convidou o Presidente Trump a visitar a Turquia em 2019. Embora nada definitivo esteja a ser planeado, o Presidente [Trump] está aberto a uma potencial reunião no futuro"

Foi na quarta-feira passada que o presidente dos Estados Unidos anunciou que iria ordenar a retirada dos cerca de dois mil militares destacados na Síria, que combatem ao lado da coligação árabe-curda, as Forças Democráticas Sírias (FDS), contra o grupo extremista Estado Islâmico.

Segundo o Pentágono, os EUA assinaram no domingo, 23 de dezembro, a ordem para que tal aconteça.

A decisão suscitou preocupação entre os aliados europeus dos Estados Unidos e, internamente, levou à demissão do secretário da Defesa, Jim Mattis, e do representante norte-americano junto da coligação anti-'jihadista', Brett McGurk.

Veja também: