“Nenhum deles, apenas a Rússia e o Irão e os seus aliados e outros países que apoiam politicamente o governo sírio (…), mas não o Ocidente, ninguém no Ocidente está pronto”, afirmou Al-Assad, que falou em inglês.