Um sismo de magnitude 7,1 na escala aberta de Richter abalou hoje a costa de Fukushima, no leste do Japão, e foi fortemente sentido em Tóquio, mas sem que as autoridades japonesas ativassem o alerta de tsunami.

O terramoto ocorreu às 23:08, horário local (14:08 em Lisboa), com epicentro a cerca de 60 quilómetros de profundidade, na costa de Fukushima, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão.

Tanto em Fukushima como em Miyagi, na costa nordeste do Japão, o terramoto atingiu o nível seis na escala japonesa, cujo máximo é sete.

Outras zonas da costa leste e centro do Japão foram também fortemente abaladas pelo sismo, incluindo a capital, onde atingiu o nível quatro na escala japonesa, divulgou a agência EFE.

A Agência Meteorológica do Japão observou que o terramoto pode causar uma ligeira elevação no nível do mar, embora o alerta de tsunami não tenha sido ativado.

O executivo japonês formou uma equipa de emergência para reunir informações e avaliar a situação, segundo a rede estadual NHK.

As empresas de energia que operam centrais nucleares localizadas nas áreas afetadas estão a verificar se existem danos nas instalações, refere a EFE.

Desconhece-se ainda se existem danos materiais ou se o forte terramoto causou vítimas ou feridos.

. / CM