Em 2016, um grupo de arqueólogos e cientistas da Índia e Coreia do Sul encontraram dois esqueletos “muito raros” em Harapa – que hoje se chama Rakhigardhi, uma aldeia no estado de Haryana, na Índia. Segundo a BBC, foram dois anos de pesquisa sobre os antepassados e as possíveis causas daquelas mortes. As conclusões foram agora divulgadas.  

O homem e a mulher observavam-se um ao outro de forma muito íntima. Acreditamos que fossem um casal. E pareciam ter morrido ao mesmo tempo. No entanto, a forma como eles morreram, continua um mistério” disse Vasant Shinde, o arqueólogo que liderou a equipa, ao correspondente da BBC na Índia, Soutik Biswas.

O casal foi enterrado num buraco de areia com meio metro de profundidade. A equipa de investigação descobriu que o homem tinha cerca de 38 anos quando morreu, enquanto a mulher tinha cerca de 35. Eram ambos relativamente altos, com mais de 1,70 de altura, possivelmente “bastante saudáveis” quando faleceram. Os ensaios e exames realizados aos esqueletos não encontraram nenhuma lesão nos ossos, nem nenhuma “espessura anormal” nos ossos do crânio, o que poderia indicar febre cerebral, por exemplo.

Os investigadores não acreditam que este “enterro conjunto” tenha por trás um “costume concreto realizado naquela época”. Acreditam sim que o casal tenha falecido mais ou menos na mesma altura, e que, por essa razão, tenham sido “enterrados juntos no mesmo túmulo”.

Por vezes, nos túmulos de Rakhigardhi, encontravam-se panelas com comida, potes de barro e algumas joias. Provavelmente porque, naquela época, as pessoas acreditavam na vida após a morte.

O facto de antigamente as pessoas serem enterradas juntas e no mesmo espaço sempre despertou curiosidade a estes profissionais. Num local de enterro numa aldeia italiana, os arqueólogos encontraram um homem e uma mulher abraçados. Num outro enterro na Rússia foi encontrado um casal de mãos dadas frente a frente. Na Grécia também foram encontrados vários esqueletos abraçados ou com as pernas e braços entrelaçados.

Os arqueólogos descobriram um total de 70 túmulos no cemitério e escavaram 40 deles. Mas esta sepultura do “casal mistério” foi de todos o mais surpreendente e fascinante.