O rapper sueco Einar foi morto a tiro em Estocolmo, na noite de quinta-feira.

De acordo com a porta-voz da polícia de Estocolmo, Carina Skagerling, o artista de 19 anos, cujo nome completo é Nils Kurt Erik Einar Grönberg, morreu no local, junto ao lago de Hammarby, após tentativas de reanimação.

As autoridades estão a investigar o caso, mas não efetuaram qualquer detenção até ao momento.

O primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, já reagiu à morte do cantor.

É uma vida jovem que se perde, e que significava muito para muitos jovens. É trágico que outra vida se tenha perdido", afirmou aos jornalistas em Bruxelas, onde se encontra para a reunião do Conselho Europeu, citado pelo Expressen.

Em 2020, Einar tinha sido raptado por outro rapper sueco, de nome artístico Yasin, e por membros do gangue Varbynatverket, e ia testemunhar em tribunal contra os agressores na próxima semana.

Pedro Falardo