"Os estabelecimentos comerciais Super Líder Los Samanes e Super Lider Palo Negro, violaram o artigo 59.º (especulação) da Lei Orgânica de Preços Justos, ao vender carne de bovino, regulada (tabelada, preço afixado pelo executivo) acima do estabelecido", disse a coordenadora da Superintendência Nacional para a Defesa dos Direitos Socioeconómicos (Sundde).




"Aplicámos igualmente a medida administrativa de venda supervisionada de cinco toneladas de carne, distribuída nos comércios, oferecendo ao povo a aquisição deste produto a preços justos", frisou.


Redação