Uma tartaruga de uma das espécies mais raras do mundo morreu num jardim zoológico da China. Falamos da tartaruga gigante de carapaça mole do Yangtze. Com a morte desta tartaruga fêmea, restam apenas três exemplares desta espécie em todo o mundo.

O animal encontrava-se no jardim zoológico de Suzhou, no sul da China, e tinha mais de 90 anos.

A tartaruga morreu no sábado, cerca de 24 horas depois ter sido sujeita a procedimentos de inseminação artificial.

A imprensa chinesa indica que a inseminação artificial não provocou complicações no animal, mas especialistas locais e internacionais vão realizar uma autópsia para determinar a causa da morte.

A tartaruga gigante de carapaça mole do Yangtze é uma das espécies em maior risco de extinção do mundo. Agora restam apenas três exemplares no mundo: um macho no jardim zoológico de Suzhou e duas outras tartarugas que vivem de forma selvagem no Vietname.