Boris Johnson sugeriu que o Reino Unido pode estar perto de reabrir as discotecas e os teatros através da utilização de testes rápidos.

Na conferência de imprensa, de segunda-feira, o primeiro-ministro britânico disse que os testes de fluxo lateral podem ser “o caminho a seguir” para reabrir os setores económicos mais atingidos pela pandemia de covid-19.

Tal como em Portugal, as discotecas e bares do Reino Unido estão encerrados desde de março, quando foram identificados os primeiros casos de SARS-CoV-2 na Europa.

Já os teatros britânicos reabriram durante o verão, mas acabaram por voltar a fechar portas à medida que a situação pandémica se descontrolou no país.

Boris Johnson admite ainda que sejam criados “passaportes de vacinação”, que demonstrem quem já foi imunizado contra a covid-19.

O primeiro-ministro britânico que vários países do mundo, futuramente, vão requerer algum tipo de comprovativo de vacinação aos viajantes.

“Alguns países, claramente, vão começar a insistir para que os viajantes tenham algum tipo de comprovativo. Tal como aconteceu no passado, quando insistiram para que houvesse um comprovativo de vacinação contra a febre amarela e outras doenças”, referiu Boris Johnson.

Nuno Mandeiro