O presidente dos EUA, Donald Trump, garantiu hoje que o Irão nunca irá ter armas nucleares, um dia depois de Teerão ter anunciado que se libertava do tratado que impunha limites ao seu programa de enriquecimento de urânio.

O Irão nunca terá uma arma nuclear!", disse Donald Trump na sua conta pessoal da rede social Twitter, depois de ter escrito várias outras mensagens de ameaça contra a República Islâmica, desde o ataque aéreo de sexta-feira, que matou Qassem Soleimani, um alto comandante iraniano em Bagdad.

  

Donald Trump decidiu retirar os EUA do acordo nuclear com o Irão, em 2018, por considerar que Teerão não respeitava os termos do tratado assinado em 2015 com os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (China, EUA, França, Reino Unido e Rússia) e a Alemanha.

Segundo esse acordo, o Irão concordou reduzir drasticamente o seu programa nuclear, impedindo que ele tivesse uma dimensão militar, em troca do levantamento de sanções económicas internacionais que sufocavam a sua economia.

Segundo esse acordo, o Irão concordou reduzir drasticamente o seu programa nuclear, impedindo que ele tivesse uma dimensão militar, em troca do levantamento de sanções económicas internacionais que sufocavam a sua economia.

Os EUA retiraram-se do acordo em 2018 e retomaram e endureceram as sanções contra o Irão, provocando uma escalada de tensão entre os dois países, com ataques mútuos na zona do Golfo, que atingiu o cume com a ação militar que vitimou Soleimani, na sexta-feira.