Pelo menos oito pessoas morreram no sábado em inundações no Tennessee, no sul dos Estados Unidos, e dezenas estão desaparecidas, após fortes chuvas inundarem casas e estradas, anunciaram as autoridades.

Segundo o xerife do condado de Humphreys, um dos mais afetados, mais de 30 pessoas estarão desaparecidas.

Dois dos corpos recuperados eram de crianças, disse a mesma fonte, de acordo com a agência Associated Press (AP).

As localidades mais afetadas registaram valores recorde de precipitação, com "cerca de 20 a 25%" do total da chuva registada anualmente a cair numa só manhã, disse a meteorologista Krissy Hurley, do Serviço Nacional de Meteorologia, ao jornal local The Tennessean.

A localidade de McEwen, a 80 quilómetros de Nashville, e a cidade vizinha de Waverly, vivem uma situação considerada "catastrófica", segundo os serviços meteorológicos.

"As pessoas estão presas nas suas casas e não têm forma de sair", disse a mesma fonte.

Em Waverly, famílias tiveram de ser resgatadas depois de as águas invadirem as casas e subirem 1,80 metros, segundo a AP.

As fortes chuvas também arrastaram carros e casas e interromperam os serviços de comunicações.

A Agência de Gestão de Emergência do Tennessee ativou o centro de operações de urgência para resgatar as vítimas das cheias.

/ CP