As autoridades de Macau anunciaram que todos os testes à covid-19 à população deram negativo. após uma testagem massiva realizada em três dias.

No total foram testadas 716.251 pessoas cujos resultados saíram às 02:00 de hoje (19:00 de sábado em Lisboa) e “todos com resultados negativos”, informou, em comunicado, Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus.

O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus informa que foram testadas no âmbito do plano massivo 614.465 pessoas e que desde o dia 3 de agosto, 101.786 pessoas deslocaram-se, por sua iniciativa, aos postos de testes de ácido nucleico para realizar o teste", acrescentou.

Os quatro casos da variante Delta detetados numa família residente em Macau levaram na terça-feira o governo do território a decretar o "estado de emergência imediata" e a realização de testes à covid-19 para toda a população, a partir de quarta-feira e durante três dias.

As autoridades anunciaram o encerramento de espaços culturais, desportivos e de diversão, bem como a suspensão ou cancelamento de atividades que se podiam traduzir na aglomeração de pessoas.

No arranque dos testes em massa, na quarta-feira, registaram-se filas enormes nos postos de testagem, a decorrer em 42 locais.

Problemas informáticos causaram problemas na marcação dos testes e na criação do código QR de saúde que vigora no território, o que levou as autoridades a pedir desculpa à população.

Na origem dos quatro novos casos (uma família com dois filhos) esteve a filha do casal, que se deslocou a Xian, na China, em visita escolar, entre 19 e 24 de julho, informaram os responsáveis de saúde.

Macau detetou 63 casos desde o início da pandemia, não registando qualquer morte. Nenhum profissional de saúde foi infetado ou identificado qualquer surto comunitário.

Agência Lusa / CM