O Boletim Oficial do Estado espanhol publica hoje uma resolução para suprimir a obrigação de dispor à entrada de Espanha pelas fronteiras terrestres de certificações sanitárias como as exigidas a quem entra por via aérea e marítima.

A porta-voz do Governo espanhol já tinha assegurado na terça-feira que Madrid iria, no que diz respeito a deslocações por terra com Portugal, “voltar onde se estava” antes.

Não se vai requerer nenhum tipo de prova, nenhum tipo de protocolo adicional além do que já se pedia”, disse.

O Governo português tinha pedido na segunda-feira esclarecimentos e ameaçado tomar medidas de reciprocidade após Espanha impor a obrigação de os viajantes por via terrestre de Portugal para Espanha disporem de um teste de diagnóstico à covid-19 negativo (feito nas 48 horas anteriores), que poderia ser PCR ou antigénio, certificado de vacinação ou de recuperação da doença.

O Ministério da Saúde espanhol publica hoje uma resolução, no que corresponde no país ao Diário da República, que estipula que “fica suprimido o parágrafo quarto da Resolução de 4 de Junho de 2021”.

Esse parágrafo previa que a partir da última segunda-feira “todas as pessoas com idade igual ou superior a seis anos provenientes de países ou zonas de risco que cheguem a Espanha por via terrestre devem possuir uma das certificações…” de realização de um teste de diagnóstico à covid-19.

. / LF