Theresa May perdeu o sétimo membro de governo a poucas semanas da votação do acordo no Parlamento do Reino Unido. Sam Gyimah, ministro da Ciência e Universidades, apresentou, na noite desta sexta-feira, a demissão "em protesto" contra o acordo do Brexit. 

Num comunicado publicado nas redes sociais, o secretário diz que "ponderou e refletiu" antes de tomar a decisão de se afastar. Gyimah garantiu ainda que vai "continuar a lutar por um acordo certo para todo o país".  

Vou votar contra o acordo (sobre o Brexit) do Governo e da União Europeia", lê-se no comunicado publicado nas redes sociais por Sam Gyimah. 

O "esboço do Brexit", aprovado pelos 27, tem levantado diversas vozes críticas no Reino Unido. Vários membros do Governo apresentaram a demissão e não está garantida a aprovação, deste princípio de acordo, pelo Parlamento. 

Nos últimos dias foram revelados várias previsões económicas que apontam para um Reino Unido mais pobre depois do Brexit. O calendário começa a apertar-se, Theresa May quer que a votação do acordo seja feita antes do Natal e já se sabe que a 29 de março os britânicos deixam a União Europeia.