Pelo menos cinco pessoas morreram devido a um surto de dengue nos primeiros meses do ano em Timor-Leste, com mais de 500 casos registados só no hospital nacional de Díli, segundo a imprensa timorense.

Citando dados do Hospital Nacional Guido Valadares, o jornal Independente refere que foram registados 532 casos desde o início do ano, um valor três vezes maior do que os que se registavam no mesmo período em anos anteriores.

O jornal refere que o maior número de casos ocorre no município de Díli, ainda que haja muitos casos referenciados nas zonas de Liquiçá, a oeste da capital, e no enclave de Oecusse-Ambeno.

Uma época da chuva mais prolongada que o normal é tido como um dos motivos para o surto da doença viral que é transmitida pela picadela de mosquitos.

Especialistas timorenses avançam mesmo que o número total de casos com dengue é muito maior, com muitas das vítimas a não recorrerem a hospitais ou centros de saúde.

Esta semana o assunto foi levantado com preocupação por deputados do Parlamento Nacional.