mulher que matou com o marido 14 pessoastiroteio na Califórnia

CNN



mantinha contacto regular com terroristas


“Não havia nada que mostrasse que ela fosse extremista. E ele era um homem normal, em todos os sentidos da palavra”, alegou o advogado da família, Mohammad Abuershaid, à CNN.







“Seria irresponsável e imaturo chamar a isto um ato de terrorismo. O FBI define terrorismo muito especificamente e isso é uma grande questão para nós: qual foi a motivação?”, disse o agente David Bodwich.






CNN