Um polícia foi demitido depois de ter disparado fatalmente contra um jovem negro que se encontrava dentro de um carro, na passada terça-feira, em Waukegan, Illinois.

O polícia que disparou o tiro fatal matando o passageiro, Marcellis Stinnette, de 19 anos, e ferindo a motorista, Tafara Williams, de 20 anos, cometeu “múltiplas violações de políticas e procedimentos” e foi afastado da força polícia, de acordo com o chefe da polícia local, Wayne Walles.

De acordo com a ABC News, o tiroteio aconteceu pouco antes da meia noite, quando o polícia investigava um “veículo ocupado” que teria fugido no momento da fiscalização.

Momentos depois, o carro foi localizado numa área próxima. Quando um agente saiu do veículo e se aproximou, o carro arrancou em manobra de marcha atrás, levando o polícia a disparar “por temer pela sua segurança”, de acordo com um comunicado publicado na quarta-feira.

A jovem condutora foi levada para o hospital com ferimentos de bala e encontra-se a recuperar. Stinnette também foi levado para um hospital, mas acabaria por morrer devido aos ferimentos, pouco tempo depois.

Nenhuma arma foi encontrada no interior do veículo. De acordo com o mesmo relatório, o polícia que efetuou os disparos era “hispânico”.

Recorde-se que os Estados Unidos da América atravessam um período de elevada tensão racial, depois da morte do afro-americano George Floyd ter motivado alguns dos maiores protestos da última década no país.  

Ativistas e familiares dos dois jovens exigem a divulgação do vídeo do tiroteio, que as autoridades dizem ter entregue aos investigadores.