Quatro pessoas foram mortas a tiro na capital mexicana no sábado, a uma curta distância de uma entrada para a residência oficial do Presidente, informaram as autoridades.

As autoridades indicaram que um homem entrou num prédio de apartamentos perto do Palácio Nacional para urinar no pátio e foi confrontado por moradores. Este empunhou numa arma e começou a atirar, atingindo cinco pessoas.

Um polícia acabou por matar o atirador. Três dos moradores morreram e outros dois ficaram feridos.

Os moradores, que pediram para não serem identificados, disseram que a sua rua no centro histórico da capital está longe de ser segura, apesar de estar a poucos passos do Palácio Nacional.

O Presidente, Andrés Manuel Lopez Obrador, mudou-se para o palácio quando assumiu o cargo há um ano, transformando a antiga residência presidencial no parque Chapultepec num museu.