Há cerca de dois meses, o capitão Tom Moore decidiu dar voltas no jardim, apoiado no andarilho, para angariar dinheiro para o serviço de saúde britânico em tempo de pandemia. O objetivo era dar 100 voltas ao jardim antes de completar 100 anos, a 30 de abril. 

As contribuições choveram à medida que o desafio a que se tinha proposto Tom Moore era publicitado em todo o mundo, fazendo com que o valor angariado ascendesse aos 33 milhões de libras, cerca de 36 milhões de euros. 

À medida que a soma ia crescendo e o Reino Unido se espantava com o dinheiro angariado, o capitão Tom Moore foi feito coronel honorário e, esta quarta-feira, será oficialmente anunciado que vai ser distinguido com o título de cavaleiro, uma das mais altas distinções do Reino Unido e cuja cerimónia conta sempre com um representante da família real. 

A fantástica angariação de fundos do coronel Tom quebrou recordes, inspirou todo o país e foi para todos um raio de luz no nevoeiro do coronavírus", disse o primeiro-ministro Boris Johnson, citado pelo The Guardian. "Em nome de todos os que ficaram comovidos com esta história incrível, quero dizer um enorme obrigado. Ele é um tesouro nacional", acrescentou Johnson. 

Bárbara Cruz