Um avião da companhia aérea Fly Jamaica, que fazia a ligação entre Georgetown, capital da Guiana e Toronto, no Canadá, sofreu um acidente ao fazer uma aterragem de emergência na pista do país da América do Sul, esta sexta-feira.

Estavam a bordo 120 passageiros (118 adultos e duas crianças) e oito tripulantes. Seis pessoas ficaram feridas, mas nenhuma delas com gravidade.

De acordo com a imprensa local, o piloto do Boeing 757-200 informou a torre de comando que estava com problemas técnicos com o avião e ao realizar a aterragem os travões falharam. O avião não conseguiu aterrar dentro dos limites da pista e acabou por colidir com uma barreira de areia.

Podemos confirmar que o voo OJ256 com destino a Toronto voltou para Georgetown com um problema técnico e sofreu um acidente durante a aterragem”, afirmou a Fly Jamaica Airways, em comunicado, esta sexta-feira.

O voo OJ256 descolou às 02:10 da hora local (06:10 em Portugal), mas, às 02:21, o piloto fez uma chamada de socorro a pedir para aterrar de emergência.

A companhia aérea assegurou que os feridos estavam a ser tratados no local e que estavam todos seguros. 

Os passageiros e a tripulação estão seguros. Estamos a fornecer assistência no local e daremos mais informações o mais rápido possível”, assegurou a companhia aérea.

Suspeita-se que a causa do acidente possa ter sido um problema no sistema hidráulico do avião. O aeroporto internacional Cheddi Jagane foi fechado após o acidente, mas foi reaberto pouco tempo depois.