A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, hospitalizada em Nova Iorque devido a uma trombose, tem um coágulo de sangue entre o cérebro e o crânio, mas os médicos confiam numa «recuperação completa».

«Numa ressonância magnética de controlo feita no domingo, o exame mostrou um coágulo (...) situado na veia entre o cérebro e o crânio, atrás da orelha esquerda», precisou a médica Lisa Bardack.

Clinton deu entrada no Hospital Presbiteriano de Nova Iorque depois da realização deste exame. Estão a ser administrados à secretária de Estado norte-americana anticoagulantes para tentar dissolver o coágulo.