A polícia do norte da China acusou um homem de tentativa de homicídio, depois de ter alegadamente enterrado ainda viva a sua própria mãe, que foi encontrada com vida três dias depois.

A mulher do suspeito informou a polícia que o marido levou a mãe num carrinho de mão, no dia 2 de maio. 

Ao fim de três dias sem a mulher ser vista, a polícia foi informada e o homem foi detido no condado de Jingbian, província de Shaanxi.

As equipas de resgate disseram que, apesar do estado de fraqueza, a mulher estava a pedir ajuda quando foi libertada do túmulo, segundo o comunicado da polícia.

O homem foi identificado pelo sobrenome Ma, de 58 anos.

Segundo o jornal oficial em língua inglesa, o filho alegou que estava cansado de cuidar da mãe.

A falta de cuidados de saúde e serviços sociais nas áreas rurais pobres da China determinam que sejam as famílias a cuidar dos familiares idosos.

/ RL