O ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Walid al-Moallem, prometeu que os sírios terão eleições gerais «livres e justas» até ao final do ano.

O chefe da diplomacia, que segundo a AP falava durante um encontro com embaixadores estrangeiros em Damasco, disse que o novo parlamento vai representar as aspirações do povo sírio.

O mandato de quatro anos do actual parlamento terminou no início do ano e espera-se que o presidente Bashar al-Assad determine uma data para eleições legislativas antes do final de 2011.
Redação / CP