Os Estados Unidos estão em negociações com a comunidade internacional para «reforçar» as sanções contra a Síria e recusam qualquer tentativa de parceria com o regime do presidente Bashar al-Assad, afirmou o Departamento de Estado.

«É profundamente lamentável que o presidente Assad continue surdo face aos apelos cada vez mais insistentes da comunidade internacional», afirmou aos jornalistas a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, citada pela Lusa.

«A condenação política está a alargar-se», acrescentou a responsável, referindo que os Estados Unidos e outros países já impuseram «sanções significativas» contra o presidente Assad e responsáveis do seu regime.
Redação / CP