Actualizada às 17h54

Pelo menos doze pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas depois de um homem ter desencadeado uma série de tiroteios em Cumbria, no Oeste de Inglaterra. É o último balanço avançado pela polícia de Cumbria e citado pelos órgãos de comunicação internacionais, nomeadamente, a Associated Press e a CNN.

O primeiro relato de ataque fatal ocorreu em Whiteheaven, tendo o atirador se dirigido para Este após o homicídio. Em Seascale, foram mortas pelo menos mais duas pessoas e uma outra em Gosforth.

As autoridades acreditam que o atirador, Derrick Bird, se suicidou depois dos assassinatos em série, suspeitando que o corpo encontrado no distrito de Lake é do serial-killer. «Encontrámos um corpo que acreditamos ser do senhor Bird», declarou o sub-chefe da Polícia, Stuart Hyde, acrescentando que posteriormente será feita a identificação do cadáver.

De acordo com a Sky, as autoridades acreditam que o atirador é um homem de 52 anos, taxista por conta própria. A polícia informou ainda que foi encontrada uma arma de fogo, juntamente com o corpo que se acredita ser do suspeito.

Os motivos para um ataque como este são ainda desconhecidos.
Redação / CMM / MM