Esteban González Pons, eurodeputado espanhol, gravou uma mensagem, difundida no Twitter esta segunda-feira, em que garante que um grupo de eurodeputados que viajou para a Venezuela foi expulso do país. 

O eurodeputado espanhol diz que "ficaram sem os passaportes" e "não foi entregue um documento com os motivos que levaram à expulsão".

Além de González Pons foram expulsos José Ignacio Salafranca Sánchez-Neyra, Gabriel Mato Adrover e Juan Salafranca. Paulo Rangel também deveria estar com o grupo mas perdeu o voo. Os deputados do Parlamento Europeu pretendiam reunir-se com Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino da Venezuela.