A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou esta segunda-feira que vai ser apresentada uma proposta para a criação de um passaporte digital de vacinação para todos os Estados-membros da União Europeia ainda este mês.

A informação foi avançada pela presidente do executivo comunitário, Ursula von der Leyen, que através da rede social Twitter anunciou que a Comissão Europeia vai “apresentar este mês uma proposta legislativa para um livre-trânsito digital”.

Leia também: OS PRÓS E CONTRAS DO PASSAPORTE DE VACINAÇÃO

O objetivo é fornecer provas de que uma pessoa foi vacinada, resultados dos testes para aqueles que ainda não conseguiram obter uma vacina e informação sobre a recuperação da covid-19”, precisou a responsável, dando assim seguimento à intenção que tem vindo a ser abordada há várias semanas na União Europeia (UE).

Ursula von der Leyen garantiu, ainda, que este certificado digital “respeitará a proteção de dados, segurança e privacidade”.

A ideia de criar este certificado digital para permitir a retoma do setor das viagens e do turismo começou a ser abordada no início deste ano.

Rafaela Laja