Os resultados dos testes norte-americanos americano à vacina Oxford-AstraZeneca Covid foram divulgados esta segunda-feira pela farmacêutica e confirmam que a vacina é segura e eficaz.

A vacina revelou-se 79% eficaz no combate à doença covid-19 e 100% eficaz na prevenção de doenças graves.

Segundo o comunicado divulgado pela empresa, os investigadores envolvidos no estudo referem que a vacina é eficaz em "pessoas de todas as idades", incluindo idosos, contrariando pesquisas anteriores efetuadas por outros países junto de pessoas com idades mais avançadas. Entre os participantes com mais de 65 anos a vacina revelou uma eficácia de 80%.

E não houve complicações associados à formação de coágulos sanguíneos.

Mais de 32 mil voluntários participaram neste estudos, principalmente nos Estados Unidos da América, mas também no Chile e no Peru.

Este resultado vem confirmar as conclusões da Entidade Europeia do Medicamento (EMA), que já tinha dado luz verde à vacina da Astrazeneca.

Apesar de a vacina da AstraZeneca ter sido autorizada em mais de 50 países, ainda não foi admitida nos Estados Unidos.

A empresa diz que se prepara agora para pedir a autorização necessária à FDA (Food and Drug Administration) para se aplicada nos EUA, o que poderá acontecer nas próximas semanas.

Em Portugal, a vacina da Astrazeneca volta hoje a ser aplicada, de acordo com o plano de vacinação.

Maria João Caetano