A tripulação de cabine, a bordo do avião, no último voo da Thomas Cook para o Reino Unido ficou comovida quando os passageiros ofereceram donativos, depois de saberem que os trabalhadores não seriam pagos.

A tripulação soube antes do início do voo que iriam trabalhar de graça e os passageiros, que foram os últimos a poder regressar a casa como planeado, decidiram ajudar.

Tina Lambert, uma das tripulantes gravou um vídeo do momento em que os trabalhadores souberam do gesto dos passageiros foi captado e publicado nas redes sociais, tornando-se rapidamente viral.

A operadora turística, que declarou falência esta segunda-feira, deixou cerca de 600 mil turistas em todo o mundo retidos nos hotéis ou sem saber como regressar a casa.

 

 

 

Enquanto filmava os passageiros a dizer “boa sorte, Thomas Cook”, uma das tripulantes, mantendo o bom humor, avisou a todos “os que estiverem de férias com alguém com quem não deviam” para cobrirem a cabeça com um jornal.

Outro vídeo mostra a secção de administração da empresa, em Manchester, vazia, com as cadeiras desarrumadas, depois de os trabalhadores terem sido pedidos para abandonarem o seu local de trabalho.